Carga Perigosa: o que é e como funciona o transporte internacional?

Você com certeza já ouviu falar sobre esse assunto, mas afinal o que é Carga Perigosa e no que isso influencia em seu transporte? 

Este é um tema que gera muitas dúvidas para o importador ou exportador, principalmente para aquele que está começando a trabalhar com esse tipo de produto. 

E por esse motivo vamos explicar o que é Carga Perigosa, suas Classes ONU e como tudo funciona. 

O que é Carga Perigosa?     

O transporte internacional de mercadorias trabalha com uma infinidade de produtos, cada um com suas necessidades individuais de transporte que devem ser observadas. 

Mas existe uma gama de produtos em especial que necessitam de uma atenção ainda maior. São os produtos considerados Carga Perigosa. 

Estão inseridos nesta categoria toda e qualquer carga que apresente risco às pessoas, ao meio ambiente ou aos próprios veículos que as transportam. 

Ou seja, produtos explosivos, corrosivos ou tóxicos precisam seguir todas as normas existentes para que possam ser transportados de forma correta e segura.                          

As Classes ONU de Carga Perigosa? Quais são?  

Agora que você já sabe o que é Carga Perigosa, é importante saber também que cargas desse tipo não são todas iguais. 

Cada tipo de produto tem suas características e necessidades específicas de transporte e armazenagem. 

Por esse motivo a Organização das Nações Unidas (ONU) dividiu estes produtos em nove Classes, conforme suas características e cuidados especiais necessários. 

 

Estas Classes definem o que é Carga Perigosa de acordo com seu estado físico, forma de acondicionamento e modais de transporte que não podem ser utilizados.                           

As 9 Classes de Carga Perigosa 

Abaixo compartilhamos um resumo a que se refere cada uma destas Classes com exemplos de produtos que se encaixam nas definições. 

Classe 1 – Explosivos 

1.1 com risco de explosão; 

1.2 com risco de projeção; 

1.3 com risco de incêndio; 

1.4 sem risco considerável; 

1.5 pouco sensíveis e com risco de explosão; 

1.6 insensíveis e sem risco de explosão. 

Nesta Classe 1, portanto, se encaixam os produtos que por suas características físicas são suscetíveis à explosão, por exemplo a pólvora. 

Classe 2 – Gases 

2.1 gases inflamáveis; 

2.2 gases não-inflamáveis, não tóxicos; 

2.3 gases tóxicos; 

Já a Classe 2 trata dos tipos de Carga Perigosa em estado gasoso que podem, ou não, ser explosivos, que por sua constituição física necessitam de acondicionamento adequado, assim como devem ser mantidos longe de determinados produtos. Temos como exemplo o cianeto de hidrogênio. 

Classe 3 – Líquidos Inflamáveis    

Aqui encontramos todo tipo de líquido que, por sua constituição, em contato com outras substâncias podem gerar incêndios ou explosões. Por exemplo: gasolina e outros solventes. 

Classe 4 – Sólidos Inflamáveis 

4.1 sólidos inflamáveis; 

4.2 sujeitas à combustão espontânea; 

4.3 que, em contato com água, emitem gases inflamáveis. 

A Classe 4 trata de produtos como algodão não processado ou carvão. Ou seja, produtos que se não forem acondicionados de forma correta podem gerar incêndios ou explosões no decorrer do transporte. 

Classe 5 – Substâncias Oxidantes e Peróxidos Orgânicos   

5.1 oxidantes: são substâncias que podem, em geral pela liberação de oxigênio, causar a combustão de outros materiais ou contribuir para isso. 

5.2 peróxidos orgânicos. 

Nesta Classe encontram-se produtos que, além de seu potencial explosivo, ainda podem trazer malefícios à saúde humana e animal. Um exemplo que podemos citar é o nitrato de potássio. 

Classe 6 – Substâncias Tóxicas e Substâncias Infectantes  

6.1 Substâncias tóxicas; 

6.2 Substâncias infectantes. 

Aqui temos toda a gama de produtos tóxicos e perigosos à saúde, como produtos infectantes de origem hospitalar. 

Classe 7 – Material Radioativo      

Este tipo de produto é talvez o mais autoexplicativo de todos. Não há dúvida que uma carga é perigosa quando se fala em material radioativo. 

Qualquer produto que se enquadre nesta categoria é de extremo risco, tanto aos seres humanos quanto ao meio ambiente. 

Urânio, césio e cobalto são três das mais conhecidas substâncias da categoria. 

Classe 8 – Substâncias Corrosivas               

Aqui geralmente podemos mencionar os ácidos, que por suas características físicas, se não forem acondicionados corretamente, podem corroer diversos tipos de material. 

Classe 9 – Substâncias e artigos perigosos diversos, incluindo as substâncias que apresentam risco para o meio ambiente. 

Qualquer outro produto que não se enquadre nas descrições acima, mas que possua características perigosas deve seguir esta classificação. 

Aqui podemos citar como exemplo óleos combustíveis ou baterias de lítio. 

Como funciona o transporte internacional de Carga Perigosa?           

Se uma importação ou exportação comum já demanda conhecer o produto, quando se trata de transportar cargas classificadas como perigosas isso é ainda mais necessário. 

É fácil saber que a gasolina precisa ser classificada como perigosa e seguir as regulamentações exigidas, contudo, quando se trata de um tipo de produto que a identificação não é tão óbvia que os problemas podem ocorrer. 

 

Portanto, ao transportar esse tipo de produto, saber o que é Carga Perigosa e qual a sua composição física e química faz a diferença entre um transporte realizado de forma correta e um potencial desastre em andamento. 

Outro fator importante é saber com qual transportador contar, pois com cargas tão delicadas e suscetíveis a risco como essas, ter um prestador de serviço que já está habituado a fazer esse tipo de transporte pode ser muito útil. 

Além disso a correta identificação do que é Carga Perigosa e se o produto a ser transportado se enquadra ou não nessa categoria resulta em uma informação precisa ao transportador, que pode conferir se a embalagem e as etiquetas estão de acordo com a legislação. 

E o mais importante, ele pode transportar o produto da forma correta e segura, evitando acidentes. 

Documentos necessários 

Dependendo do tipo de material ou do modal de transporte a ser utilizado, outros documentos além dos usuais (Commercial Invoice, Packing List, AWB ou B/L) são necessários, a saber: 

Restrição no transporte 

Vale ainda ressaltar que dependendo do produto há restrições com relação ao embarque. 

Por exemplo, cargas com baterias, especialmente as chamadas “pura” (no caso desta não acompanhar o produto), são consideradas Cargas Perigosas e possuem diversas restrições. Uma delas é que o embarque desse material não pode ocorrer por via aérea. 

Outro ponto importante é que o tipo de produto vai determinar qual o tipo de container deve ser utilizado. Sendo assim, produtos químicos ou altamente corrosivos somente podem ser transportados em containers do tipo tanque.                                           

Maior custo de transporte e armazenamento 

O valor cobrado é proporcional ao nível de risco a ser assumido por um transportador ou armazém de carga no que tange uma Carga Perigosa. 

 

Isso quer dizer que, quanto maior for o risco de acidentes, que podem resultar em explosões, incêndios ou que afetem a vida humana ou ambiental, maior será o valor cobrado por esses prestadores de serviço. 

Então, conhecer sua carga, nesse caso, é questão de segurança a todos, além de poder aferir corretamente os valores envolvidos, sem surpresas. 

Afinal, se você como importador ou exportador desconhece o que é Carga Perigosa e não conhece a fundo o seu produto, pode ter surpresas desagradáveis pelo caminho, tal como não conseguir embarcar a carga como pretendido e ter que pagar um valor não previsto para que o embarque ocorra. 

Aqui também vale uma ressalva, tanto no que se refere ao quesito segurança quanto ao custo, pois embarques consolidados não são uma boa opção nesses casos. 

Muitos portos e terminais alfandegados cobram uma taxa excedente, que geralmente é cobrada sobre o valor de toda a carga transportada no container. 

Dessa forma, se sua Carga Perigosa estiver em um container consolidado com uma outra carga de alto valor agregado, seu custo será muito maior que o planejado. 

A AGL faz transporte internacional de Carga Perigosa 

Como vimos, o transporte de carga tem suas peculiaridades conforme o produto. Nestes tempos em que conhecimento é poder, conhecer seu produto a fundo é uma regra de ouro, principalmente quando se trata de transporte de Carga Perigosa. 

Além disso, ter um prestador de serviço acostumado a transportar cargas que tenham necessidades especiais facilita e muito a vida do exportador ou do importador. 

E você pode contar com a AGL nesse tipo de projeto: uma empresa com experiência no transporte de Cargas Perigosas. 

Mais notícias

Custos na cadeia de suprimentos

Como reduzir custos na cadeia de suprimentos?

Entendendo a Cadeia de Suprimentos De modo bem direto, a Cadeia de Suprimentos (Supply Chain) é a união de todos os processos e etapas que fazem parte do ciclo de vida de um determinado produto, desde a movimentação de seus insumos até a sua entrega no cliente. Ao esforço de estudar e gerenciar toda esta […]

Blank Sailing: o que é e quais as consequências que isso pode trazer para o seu embarque?

Se a sua empresa possui operações recorrentes de importação ou exportação, invariavelmente já deve ter ouvido falar nos famosos blank sailing, correto? 

O agente de cargas e a sua importância na logística internacional

Entenda neste texto o que é logística internacional, quais são as principais atividades de um agente de cargas e a sua importância nesse contexto.

Logística 4.0: conheça o conceito e os seus benefícios

Conheça o conceito da Logística 4.0, seu objetivo, os desafios, as tecnologias, os benefícios e como a sua empresa deve se preparar para essa realidade.

Carga perecível: como funciona a operação aérea?

Entenda o que é uma carga perecível, quais são as condições e restrições para o seu transporte, como funciona o transporte aéreo e as suas vantagens.

Desembaraço Aduaneiro e suas peculiaridades

Neste texto sobre desembaraço aduaneiro, falamos de: o que é, diferença entre despacho e desembaraço, documentos necessários, modalidades etc.

Logística de Commodities: o que você precisa saber?

Neste texto sobre Logística de Commodities, falamos de: o que são commodities, como funciona a logística e a importância de ela ser integrada etc.

Indústria farmacêutica: como escolher o melhor operador logístico?

Neste texto sobre indústria farmacêutica, falamos de: O que é, a importância do Operador Logístico na indústria farmacêutica etc.

Embalagens para exportação: entenda tudo sobre o assunto!

Neste texto sobre embalagens para exportação, falamos de: O que são, quais os tipos, suas regras e seus padrões, transporte etc.

Transporte de Baterias: quais são as regras do modal aéreo

Neste texto sobre transporte de baterias, falamos de: Transporte de Baterias: por que é considerado extremamente perigoso, Enquadramento ONU etc.

Parcerias comerciais no Comércio Exterior: quais critérios para escolha?

Neste texto sobre parcerias comerciais no Comércio Exterior, falamos de: o que são parcerias comerciais no Comércio Exterior e qual sua importância etc.

Certificação OEA: entenda como o agente de cargas pode contribuir nas suas operações logísticas

Neste texto sobre certificação OEA, falamos de: O que é o programa de Certificação OEA, quais são os tipos, qual é a importância etc.

Licença de Importação: o que é e como obter?

Neste texto sobre Licença de Importação, falamos de: O que é, quais são os tipos, para o que serve, como saber se um produto precisa de uma etc.

Embalagens de madeira: saiba tudo sobre a certificação, a norma e a fiscalização

Neste texto sobre embalagens de madeira, falamos de: qual o objetivo da normatização das embalagens de madeira, principais aspectos da normatização etc.

O que muda com o fim da emergência de saúde pública relacionada à Covid-19

Há cerca de um mês o Ministério da Saúde (MS) posicionou-se formalmente sobre o fim do estado de emergência de saúde pública nacional por causa da Covid-19, instaurado em fevereiro de 2020. Este estado de emergência, que é uma medida sanitária, foi determinado com a finalidade de diminuir a burocracia na contratação de profissionais de […]

Termos do transporte rodoviário que você precisa saber (Parte 2)

Hoje daremos continuidade aos termos do transporte rodoviário com a segunda parte de mais um texto da série “termos que você precisa saber”, assim destinado para quem trabalha como agente de carga nas importações e nas exportações do Comércio Exterior.  Glossário dos termos de transporte rodoviário  Antes de tudo, para uma melhor organização, o texto […]

Logística Aérea: conheça o panorama no Brasil

Este texto traz a importância estratégica da logística aérea para o Brasil a fim de que a infraestrutura no Comércio Exterior funcione de forma adequada.  Por esse motivo, é interessante que tanto as empresas importadoras e exportadoras, quanto os profissionais que atuam no Comércio Exterior, conheçam bem os detalhes dessa logística para entender melhor sobre […]

Logística Automotiva: o que você precisa saber

A logística empresarial é responsável por etapas essenciais, por ser a área que planeja e executa a movimentação de cargas nas importações e nas exportações. Por outro lado, o segmento da logística automotiva separa, prepara e despacha pedidos de maneira ampla, sempre atento à continuidade na linha de produção.  Então, para atender tantas exigências é […]

Agente de Cargas: qual sua importância no Comércio Exterior?

O Agente de Cargas tem uma importância enorme no Comércio Exterior, pois é por meio dele que os embarques acontecem. Muitas vezes problemas que se tornariam uma grande dor de cabeça para os importadores ou exportadores são solucionados sem estes ao menos saberem.  Embora muitos não os creditem pela eficiência em seus embarques, são eles […]

Quais os maiores armadores de carga do mundo?

Você sabe dizer quais são os maiores armadores de carga do mundo? Além disso, sabe qual o tamanho da capacidade deles no Comércio Exterior?  Sabia que eles fazem parcerias e alianças a fim de se apresentarem mais competitivos ao mercado?  Por isso, se este é um assunto que você não domina, saiba que está no […]

Termos do transporte aéreo que você precisa saber

Você sabe quais são os principais termos do transporte aéreo?  Esse texto faz parte de nossa série sobre termos do transporte, na qual já abordamos outros modais anteriormente, por isso hoje você vai conhecer aqueles utilizados no transporte aéreo.  O modal aéreo oferece inúmeras vantagens no frete de uma mercadoria, tanto de um país para […]

Carga Perigosa: o que é e como funciona o transporte internacional?

Você com certeza já ouviu falar sobre esse assunto, mas afinal o que é Carga Perigosa e no que isso influencia em seu transporte?  Este é um tema que gera muitas dúvidas para o importador ou exportador, principalmente para aquele que está começando a trabalhar com esse tipo de produto.  E por esse motivo vamos […]

Aéreo e LCL: como escolher entre os 2?

Dois tipos de importação em um universo com n possibilidades: como escolher entre aéreo e LCL é uma dúvida recorrente para quem é importador.  Fazer o corte entre essas opções e saber os prós e contras de cada uma pode proporcionar uma economia de custos, não só financeiro, mas também de tempo (agilidade e rapidez […]

Termos do transporte marítimo que você precisa saber

O transporte marítimo é a principal forma de transporte utilizada no Comércio Exterior. Quem trabalha na área conhece toda a conversa dos contêineres, navios, portos, rolagens e tudo o mais que faz parte do jargão profissional.  Para quem ainda não sabe muito sobre o assunto, nunca é tarde para aprender! Por isso, voltamos com o […]

Termos do Conhecimento de Embarque que você precisa conhece

Você trabalha com Comércio Exterior? Então você precisa conhecer os termos do Conhecimento de Embarque.  Se você está entrando agora nessa área, já fique sabendo que “Conhecimento de Embarque” não significa toda a sabedoria acumulada que alguém possui a respeito de logística. Na verdade, esse é o nome de um dos documentos mais importantes de […]

Agente de Carga IATA: por que contratar?

Primeiramente, no mundo da logística internacional, o transporte aéreo é a melhor opção para quem deseja rapidez e segurança no deslocamento de cargas que estão a milhares de quilômetros de distância. Mas não é o bastante: para quem pretende operar nesse modal com segurança é fundamental atuar em conjunto com um agente de carga IATA.  […]

Transporte Rodoviário no Comércio Exterior: qual a situação atual?

O transporte rodoviário no Comércio Exterior é aquele que movimenta cargas pelas rodovias nacionais e internacionais por meio da utilização de veículos automotores com tamanhos e capacidades variadas, conforme o tipo e a pesagem da mercadoria a ser transportada.   Esse modal tem suas vantagens particulares perante os demais tipos de transporte, pois é muito recomendado para transportar […]

Termos do transporte rodoviário que você precisa saber (Parte 1)

Este texto da série “termos do transporte que você precisa saber” traz o significado dos termos essenciais do transporte rodoviário para agentes de cargas que trabalham tanto com importadores quanto com exportadores nas movimentações do Comércio Exterior.  Assim como em todos os segmentos, os termos e siglas específicos nos transportes também são importantes para muitos […]

Carga Perigosa: o que é e como funciona o transporte internacional?

Você com certeza já ouviu falar sobre esse assunto, mas afinal o que é Carga Perigosa e no que isso influencia em seu transporte?  Este é um tema que gera muitas dúvidas para o importador ou exportador, principalmente para aquele que está começando a trabalhar com esse tipo de produto.  E por esse motivo vamos […]

Como aplicar melhoria contínua no Comércio Exterior? 

Como aplicar melhoria contínua no Comércio Exterior?  Assim como a linha de produção de uma fábrica, cada etapa de um processo de importação ou exportação precisa ser executada de forma precisa, a fim de garantir o cumprimento de prazos e excelência na etapa seguinte. Para que isso aconteça podemos aplicar os conceitos da melhoria contínua […]

Draft do BL: como conferir?

O draft do BL existe para que o BL, apelido do Bill of Lading (o Conhecimento de Embarque), seja emitido.  Este é um dos documentos mais importantes nas operações de importação e exportação, pois é ele que define quem tem a posse do material embarcado, o valor da operação do transporte, o que está sendo […]

Cadeia fria: Como mudar do modal aéreo para o marítimo de forma simples e segura

Se tem algo que a pandemia de covid-19 fez foi diminuir a oferta de serviços de transporte nos modais aéreos e marítimos de qualquer lugar do mundo. Com o acúmulo de cargas desde meados de 2020 pelo mundo precisando ser escoadas, a volta à normalidade dos serviços não acontecerá antes de 2024, afirmam especialistas. Com a diminuição […]

AGL CARGO revoluciona o mercado oferecendo desembaraço aduaneiro por performance

O tempo de liberação aduaneira é fator determinante para uma operação bem-sucedida e viavelmente econômica.
Quanto mais rápida uma carga for liberada pela alfândega, menores serão os custos, por este motivo, os especialistas da AGL Cargo, lançaram uma modalidade de serviço de desembaraço aduaneiro baseado em tempo de liberação aduaneira.

Avaria Grossa: o que é e como se proteger?

Quem não se lembra dos emblemáticos casos do Maersk Londrina em 2015 ou do recente acontecimento relacionado ao navio Ever Given no Canal de Suez em 2021? Situações extraordinárias nas quais a ação humana é necessária para manter a segurança do navio e suas cargas: é aí que a Avaria Grossa se faz presente. Vamos […]

Carga Projeto: o que é e como funciona a operação?

O Brasil tem grandes indústrias cujos segmentos variam desde grandes fábricas de automóveis e fábricas de aviões a usinas hidrelétricas, refinarias, plataformas petrolíferas, usinas eólicas e centenas de outros setores. Em comum, todas elas demandam grandes equipamentos ou peças de grandes dimensões para seu funcionamento, características da Carga Projeto. Trata-se de uma modalidade de transporte […]

Importação LCL: o que é e como funciona?

No Comércio Exterior, seja a nível nacional ou mundial, muitos são os tipos de configuração de operação, tanto na importação quanto na exportação. Uma delas é a importação LCL. E para a modalidade marítima existe uma diferenciação bem clara entre cargas inteiras e cargas fracionadas. Neste texto abordaremos conceitos e maneiras de trabalhar com as […]

Trânsito Aduaneiro: o que é e como funciona?

Primeiramente no Comércio Exterior brasileiro existem algumas alternativas de atendimento diferenciado às cargas importadas ou exportadas. A estas situações é atribuído o nome de Regimes Aduaneiros Especiais (RAE). Dentre os mais diversos tipos, neste texto falaremos sobre o RAE que talvez seja o mais utilizado no dia a dia de importadores e exportadores: o Trânsito […]

Logística Internacional na Pandemia: as fases do caos, por Jackson Campos

O leitor que chegou até aqui conseguiu concluir que existe um padrão: entramos sempre no círculo entre correr atrás de um item para combate à Covid-19 e tentar adivinhar qual será o próximo a faltar.

AGL CARGO se associa ao Sindusfarma para fortalecer seu compromisso com o mercado farmacêutico

Sabendo que a Sindusfarma é a principal entidade no setor e que possui um prêmio que avalia quem são os prestadores de serviços alinhados com as exigências da indústria, a AGL Cargo se associou à instituição para ratificar seu compromisso com a segurança dos pacientes que utilizam os medicamentos transportados por ela.

AGL Cargo busca reduzir até 30% no custo logístico consolidando cargas na Europa

“Transparência sempre foi a marca registrada da AGL Cargo e com esse objetivo que lançamos este serviço totalmente qualificado, em conformidade com as RDC 430/20 e 301/19, de ponta a ponta”, afirma Francielle Mantovani, farmacêutica responsável pela qualidade e processos na AGL Cargo.

AGL CARGO transporta mais um avião com IFA para a Brainfarma

AGL Cargo reforçou seu compromisso com a saúde brasileira e sendo uma das pioneiras em oferecer soluções inovadoras ao mercado e desta vez mostrou novamente sua solidez com uma opção de afretamento de aeronave, mais conhecido como charter, justamente para auxiliar os importadores a importarem suas cargas com dinamismo e velocidade.

Como são as boas práticas no transporte internacional de produtos para a saúde?

Entende-se como boa prática, aquilo de mínimo que se pode fazer para que algo seja entregue dentro do aceitável em termos de qualidade. Isso quer dizer que, ainda que não houvesse leis e regras, determinadas empresas seguiriam altos padrões de excelência em seus processos apenas para reforçar seu compromisso com o consumidor final.

O que o Agente de Carga precisa para cotar frete internacional?

Confira nesse texto todas as informações necessárias que um agente de cargas como a AGL Cargo precisa para cotar seu frete internacional o mais rápido possível.

O que é Agente de Cargas no Comércio Exterior?

Entenda nesse artigo o que é um agente de cargas no comércio exterior, sua importância e quais os principais serviços que a AGL Cargo presta.

Seguro de Transporte no Comércio Exterior: quanto custa e do que ele me protege?

O Comércio Exterior nos incentiva planejar passo a passo para que uma operação flua o mais harmoniosamente possível, e um desses passos é a contratação do Seguro de Transporte que, apesar de barato, importante e afetar pouquíssimo na rotina das Importações e Exportações, ainda é tratado como um custo que pode ser economizado e não […]