Commodities e o Comércio Exterior

As commodities são produtos centrais no comércio internacional, pois constituem a base de vários setores, desde o industrial ao alimentício. O Brasil tem uma geografia favorável à produção de commodities devido à abundância de recursos naturais, tais como minérios, petróleo, e terras cultiváveis. 

Historicamente, o país tem sua pauta exportadora baseada em commodities. Assim, 2023 veio quebrando recordes, já que contribuíram para que houvesse um superávit na balança comercial de quase 100 bilhões de dólares.

Neste artigo, conheceremos melhor sobre as commodities e seu panorama no comércio exterior brasileiro.

O que é são commodities?

A palavra commodities (ou commodity no singular) – que vem do inglês e literalmente significa “mercadorias’’ – tem, em português, um sentido mais amplo, pois é utilizado para definir mercadorias primárias, produzidas em grande escala e que servem como matéria-prima para variados setores. A saber, carne, açúcar, soja, trigo, madeira, minérios, aço, petróleo etc. Há, enfim, uma variedade de produtos considerável que entra dentro dessa classificação.

As commodities são caracterizadas por sua pouca industrialização e sua alta capacidade de comercialização a nível mundial, sem diferenciação de marca, com qualidade e características uniformes. 

  1. A importância das commodities

Com base nas informações fornecidas até agora, é possível afirmar que as commodities são recursos base para o sistema global de produção, seja de alimentos ou a nível industrial. Dessa forma, o papel fundamental das commodities ocorre porque esses produtos servem como matéria-prima para obtenção de outras mercadorias.

O interesse das commodities surge tanto do setor privado como do público, pois abastecem e dão suporte ao funcionamento adequado do comércio global. Pelo seu nível de relevância, as commodities são comercializadas em mercados globais, ou seja, nas bolsas de valores; seus preços são padronizados, porém voláteis, já que seu valor pode facilmente ser afetado por questões geopolíticas e climáticas, a exemplo do custo do barril do petróleo, que costuma apresentar oscilações em seu valor de tempos em tempos.

Exportações de commodities no Brasil

O Brasil possui uma forte produção agropecuária e extrativista, principalmente no que diz respeito aos setores de grãos, carnes e minérios. O clima e a geografia do país permitem que essas atividades sejam desenvolvidas em grande escala, colocando o Brasil em posição de concorrer como forte produtor e exportador nesse segmento.

Confira abaixo alguns dados sobre a exportação de commodities, disponibilizados pelo Comexstat/MDIC, referente ao ano de 2023:

Com base no fato de que as exportações de commodities representaram mais de 65% de toda a exportação do Brasil, é possível afirmar que o Brasil é um forte exportador destes produtos.

 

 

Por outro lado, o país não possui a característica de ser um relevante importador de commodities, justamente porque é autossuficiente em muitos produtos, conforme visto nos parágrafos acima.

Contudo, os principais produtos importados em 2023, coincidentemente, são classificados como commodities, sendo estes: óleo de combustíveis de petróleo, participando com 7,2% do total das importações, seguidos em segundo lugar por adubos e fertilizantes químicos, com 6,1% de participação.

O óleo de combustível de petróleo tem como principal origem a Rússia, os Estados Unidos e os Emirados Árabes Unidos. Já os adubos e fertilizantes são em sua maioria provenientes da Rússia, do Canadá e da China

Os demais produtos da pauta importadora são em grande parte já manufaturados e de alto valor agregado, e não se classificam como commodities. Logo, no comércio exterior brasileiro, o destaque das commodities está concentrado na exportação.

 

 

Uma característica das commodities é sua produção em larga escala, o que demanda uma logística eficiente para manter preços competitivos e garantir agilidade.

A logística internacional das commodities é realizada em maior parte por navios, que disponibilizam o melhor custo-benefício em relação a preço e prazo. Existem até mesmo algumas embarcações específicas para commodities, como navios tanques, graneleiros e petroleiros.

Leia também: Logística Integrada e sua importância na cadeia de suprimentos

Em relação ao transporte terrestre interno, mais de 45% das commodities agrícolas são transportadas por ferrovias para escoar sua produção para os portos. No âmbito marítimo, as exportações de grãos agrícolas ocorrem principalmente em portos no eixo Sul e Sudeste, como nos portos de Paranaguá e Santos.  Nos últimos anos, entretanto, houve maior atenção aos portos do Norte e Nordeste, buscando-se melhorias nas condições de exportação advindas das commodities dessas regiões.

Com o auxílio do fornecimento de dados de exportação e importação para desenhar um panorama mais claro sobre a importância das commodities, a leitura do presente texto pretende tornar possível compreender o que são commodities e sua relevância para a economia e comércio exterior brasileiro. 

Não importa o tipo de sua carga, para lidar com os desafios logísticos, conte com a AGL Cargo. Possuímos soluções personalizadas e eficientes para auxiliar sua empresa a ter ainda mais sucesso em suas importações e exportações.

Mais notícias

A consultoria logística na indústria de automóveis! Conte com a AGL Cargo

Você sabia que o Brasil é o sexto maior mercado de veículos do mundo? A indústria automotiva possui uma enorme importância no país, tanto que representa cerca de 23% do PIB industrial. Por conta de sua complexa rede de produção, o segmento automotivo também movimenta toda uma cadeia produtiva relacionada a maquinários, equipamentos eletrônicos, tecnologias […]

Principais notícias de Comex no mês de junho!

Confira as principais notícias dos últimos dias referentes a comércio exterior e logística internacional. Alerta de greve interrompe atividades em portos alemães O sindicato Verdi iniciou uma greve de alerta que afetou portos importantes na Alemanha, como Hamburgo, Bremen, Bremerhaven, Brake e Emden. Trabalhadores dos terminais portuários interromperam suas operações por cerca de um dia, […]

O que é AOG e como funciona?

A aviação de carga desempenha um papel vital no comércio global há décadas, evoluindo constantemente para atender à crescente demanda por entregas rápidas e confiáveis entre países e continentes. Desde o uso pioneiro de dirigíveis e hidroaviões nas primeiras décadas do século 20 até as atuais frotas inteiras de cargueiros avançados, o setor expandiu e […]

Como a escolha do INCOTERM afeta as suas importações?

No momento da negociação com um fornecedor internacional para importar um produto, uma das etapas cruciais é a definição do Incoterm. Dominar o que este nome significa e entender suas diversas siglas é indispensável para que o importador possa realizar uma compra adequada, já que esses termos estabelecem responsabilidades específicas envolvendo aspectos logísticos, aduaneiros e […]